O Agatsu  foi iniciado em agosto de 1995, pelo instrutor Felisberto Conde, aluno do Shihan Wagner Bull - Instituto Takemussu 
A filosofia do Agatsu tem contribuído para expansão da prática do aikido que tantos benefícios traz para saúde, mente e espírito.

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                          Sensei Felisberto Conde  

 

   Sensei Felisberto Conde Nível: SANDAN ( 3° grau de faixa-preta ) ( SHIDOIN )Natural da cidade de Sorocaba, SP, sensei Felisberto era formado em direito. Investigador de polícia desde 1976. Praticante experiente de artes marciais, ele iniciou seu aprendizado com o estilo Shotokan de Karatê, graduando-se até a faixa preta. Felisberto passou à prática do Aikido em 1991, como aluno direto do sensei Wagner Bull, e conquistou a faixa preta em 1997 sob o auspício de seu professor e amigo. Tornou-se então professor do Instituto Takemussu, título que retém com proeminência .Instrutor de destaque, ele foi eleito Presidente da Federação Paulista de Aikido Tradicional ligada a Confederação Brasileira de Aikido Tradicional já em 1999. No mesmo ano foi para Nova York, onde estudou as técnicas do Aikido sob a tutelagem de Yamada sensei do NY Aikikai  aluno direto do fundador do Aikido, Morihei Ueshiba. 

   Como professor de Aikido reconhecido por sua técnica marcial, sensei Felisberto foi apontado diretamente pela autoridade máxima do Aikido Tradicional no Brasil, Shihan Wagner Bull, para integrar o grupo seleto de instrutores do curso de Técnicas de Controle, Imobilização e Aprisionamento - dirigido a profissionais de segurança.
   Além de sensei dedicado, Felisberto é um praticante ativo das artes e reconhece que o aprimoramento constante exige dedicação. Ele participou de todos os grandes seminários internacionais realizados no Brasil, dentre os quais os de renomados instrutores como: Yamada sensei, Sugano sensei, Tamura sensei, Donovan Waite, Peter Bernath, Claude Bertthiame, Jane Oseki, Juan Tolone, Nelson Requena, Massafumi Sakanashi, Miguel Moralez e Isoyama Shihan. Em reconhecimento à sua técnica, recebeu o título de Instrutor Nidan e Takemussu Yudansha, dado aos praticantes do Instituto Takemussu, que receberam treinamento especial em Jo e Bokken. Em agosto de 2005, lhe foi conferido o título de Sandan, que equivale ao terceiro grau de faixa preta, reconhecido como professor no Dojô e título oficial do Hombu Dojô de Tóquio.       No segundo semestre de 2006, participou do seminário do atual Doshu do AIKIKAI, Moriteru Ueshiba, neto do Fundador.

   Participou do  Curso de Técnicas de Controle, Imobilização e Aprisionamento, sistema inspirado nas técnicas de Aikido.
   Curso que emprega eficiência sem violência, baseia-se no conceito de desenvolvimento de um método que permita aos participantes, num curto espaço de tempo (72 horas acadêmicas), atingirem a capacitação plena nas habilidades e destrezas necessárias ao aprisionamento, imobilização e controle, com a finalidade de dominar e neutralizar um agressor sem causar-lhe dano físico ou moral desnecessários.
   O curso promovido no Brasil por Wagner Bull - um dos mais graduados praticantes do Aikido em toda a América Latina - e um grupo seleto de seus instrutores mais capacitados, agentes de segurança no aspecto físico, mental e emocional a ação de contenção, de forma que tenham uma atitude e comportamento de absoluto respeito para com o ser humano, sem deixar de exercer a sua atividade de autoridade e, acima de tudo, priorizando a proteção à integridade física de todos os envolvidos - profissional, cidadão e suspeito. O método vai de encontro à preservação dos direitos humanos e promove segurança moral e legal aos seus praticantes, na medida em que previne ações penais e cíveis indenizatória contra os agentes de segurança, ou instituições a quem prestam serviço.
   Trata-se de uma técnica eficiente e comprovada, que encontra utilização pratica junto a instituições públicas e privadas proeminentes em diversos países.

YUDANSHA